Ir para o conteúdo

Câmara Municipal de Benavente

Página principal

Eventos

Semana Europeia do Desporto

:: Segunda-feira, 25 de Setembro Pelas 10.30 horas, no Parque 25 de Abril, em Benavente Organização: CRIB (Centro de Recuperação Infantil de Benavente)         ...

Read more

Eventos

3H de Resistência em BTT - Resistência d…

:: Sábado, 30 de setembro Pelas 17.30 horas, em Santo Estêvão » Inscrições em www.trilhoperdido.com   ...

Read more

Eventos

Concerto com Daniel Silva - Benavente

:: Sábado, 30 de setembro Pelas 21.30 horas, no Cine-Teatro de Benavente    

Read more

Eventos

Teatro "Pernocas ao Léu" - Sam…

:: Sexta-feira, 29 de setembro Pelas 21.30 horas, no Centro Cultural de Samora Correia » No balcão de um bar, histórias de personagens cruzam-se, numa comédia a não per...

Read more

Eventos

Cavalgada Mustang 2017

:: Domingo, 24 de setembro Pelas 12.00 horas, concentração no Largo do Calvário, em Samora Correia » Maior concentração de Mustangs na Península Ibérica Organização: A...

Read more

Newsletter

Subscreva e receba informações atualizadas diretamente na sua caixa de correio.

Agenda

Mo Tu We Th Fr Sa Su
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930
  SEGUIR

Arroz Carolino será a imagem de marca do Município de Benavente

 

Festival do Arroz Carolino, em Maio, permitirá provar muitos dos sabores possíveis deste nosso arroz

A realização do Festival do Arroz Carolino, de 19 a 21 de Maio, integra-se numa estratégia que o Município tem vindo a prosseguir, conjuntamente com a Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, na definição e no desenvolvimento de uma oferta turística que o nosso Município tem as potencialidades para implementar. A fronteira com a área metropolitana de Lisboa, teve, ao longo das últimas décadas, um acentuado crescimento económica e demográfico em que foi possível estruturar o eixo urbano Benavente – Samora Correia, e o Programa Regional de Ordenamento do Território de Lisboa e Vale do Tejo (PROT- LVT) reconheceu-o como tal e foi extremamente positivo naquilo que é a candidatura aos fundos comunitários para a reabilitação dos Centros Urbanos e por esse motivo, Samora Correia e Benavente puderam ter elegíveis as candidaturas para estas intervenções. Porém, apesar de sabermos que nestas duas freguesias residem mais de 25 mil dos cerca de 30 mil munícipes e isso ter uma expressão significativa, também sabemos que este concelho define-se se por manter características naturais muito importantes, onde toda a zona sul do município tem uma vasta extensão de floresta e de charneca onde predomina o sobreiro que se estende desde o Estuário do Tejo até Benavente e constitui um património ambiental e paisagístico de enorme valor. É toda esta envolvência que sustenta a nossa aposta no desenvolvimento de turismo de natureza. A Câmara Municipal de Benavente está a trabalhar no projecto de promoção e de valorização turística do Município e no próximo mês de Abril iremos fazer a apresentação do diagnóstico que irá estar em discussão pública, esperando outros contributos. Entretanto, está marcado para o dia 16 de Maio, nas vésperas da realização do Festival do Arroz Carolino, a apresentação final do projecto de promoção e desenvolvimento turístico para o nosso Município.

 

“O equilíbrio entre a ascendência rural e a componente urbana”

O Presidente da Câmara Municipal de Benavente, Carlos Coutinho, defendeu durante a apresentação do Festival do Arroz Carolino, a existência de uma estratégia de acção que equilibre o urbano e o rural: “Apesar de termos um desenvolvimento económico e uma componente urbana forte, a agricultura é predominante na nossa economia e o setor primário continua a ser fundamental. Desde logo, identificamos dois produtos de excelência: o tomate, pela localização em Benavente da maior industria transformadora da Europa, e o arroz carolino, igualmente de qualidade superior, acrescentando o facto de sermos o 2º maior produtor no pais. É um produto de excelência, e para isso muito contribuem a as características do solo, o clima, para além de que é um produto produzido sob apertadas medidas agro-ambientais onde a aplicação dos fertilizantes, pesticidas e herbicidas tem um controle muito apertado”.

É de sublinhar a parceria que temos com dois parceiros fundamentais: a Benagro e a Orivarzea, sendo que este último é um Agrupamento de produtores que faz o ciclo completo do arroz, desde a produção à certificação, com um selo de qualidade reconhecido, precisamente porque, do ponto de vista ambiental, oferece todas as condições. Aqui é feito um trabalho de excelência a nível nacional e caminha-se para a internacionalização. “Cumpre também ao Município de Benavente ter um papel importante na valorização do produto porque, para nós, é importante o trabalho desenvolvido pelos orizicultores e o arroz assume–se como ponto fundamental na nossa estratégia turística”.

 

“Manter o ecossistema e trazer notoriedade a um produto de muita qualidade”

O processo migratório das aves para o Estuário do Tejo é algo que nos diz muito, e é neste ecossistema que as aves encontram, nos campos de arrozais, a alimentação que necessitam. Para que continuem a visitar-nos e a escolher o nosso município para nidificar e até viver de forma permanente, é fundamental a existência deste equilíbrio e manter o Estuário do Tejo com capacidade para receber as aves que para aqui migram e se alimentam nos longos campos de arrozais. Segundo o Presidente da Câmara Municipal: “A estratégia turística que temos pensada para o nosso Município, em muito assenta no valor do nosso património natural. Seguramente havemos de encontrar formas para compensar os orizicultores pelos danos da passagem das aves e acreditamos que há condições para poder retirar um valor acrescentado sobre as ofertas turísticas que estamos a preparara e que poderá também ser distribuído pelos orizicultores. Será, com certeza, um processo pacífico e ganhador para todos”.

Com este projecto, a Câmara Municipal pretende atingir dois objectivos: trazer notoriedade a um produto de muita qualidade, que é o arroz carolino, e trazer valor acrescentado para os produtores, valorizando este produto. De igual forma pretendemos que o arroz puro, carolino, seja uma referencia para a nossa gastronomia. Nos últimos meses tem sido feito um trabalho de proximidade com os agentes da restauração porque acreditamos que o arroz carolino tem todas as qualidades para ser um produto de referência e fazer parte da nossa gastronomia. Pretendemos que possa ser a nossa imagem de marca e que possa dar um contributo importante para  afirmar o destino do Município de Benavente.

 

Reconhecimento à Região de Turismo do Alentejo e Ribatejo 

O caminho que traçámos só será possível concretizar se cativarmos as parcerias certas, e a Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo tem sido fundamental, ao nosso lado, até pelas candidaturas que tem preparado e algumas já conseguiu ver aprovadas e que nos permite ir concretizando sonhos e atingindo metas. “Ao longo de muitos anos não tivemos uma Entidade de Turismo próxima nem com visão estratégia, com a aproximação ao Alentejo, pensámos que ficaríamos mais longe mas, afinal, estamos mais próximos”, disse o Presidente da Câmara Municipal de Benavente.

 

 “Não ama a terra quem nas terras mas quem as ama de forma sincera e concreta”

O Presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, Ceia da Silva, confessou, durante a apresentação do Festival do Arroz Carolino, que Benavente faz parte da lista dos seus amores “Não ama a terra quem vive nas terras mas quem as ama de forma sincera e concreta”, acrescentando: “Nós assumimos este território há dois anos e meio e há um conjunto de acções integradas e de estratégias que entendemos importantes para este território que vamos poder ver realizadas contando com os fundos estrututurais”. Estas verbas estiveram congeladas durante muitos anos, agora, em boa hora, conseguimos o acesso que permitiu, por exemplo, que a Igreja de Samora Correia visse a luz dia para a realização das obras necessárias tendo em conta o contrato de compromisso firmado com o Portugal 2020. “Para que se possa ter uma ideia concreta do trabalho que realizamos e do empenho que colocamos quando acreditamos em projectos, posso informar que dos 32 projectos apresentados ao Programa, 8 deles são candidaturas da Entidade Regional de Turismo. Isto acontece porque temos uma estratégia, temos um plano, sabemos o que queremos e o que vamos executar, só precisamos de financiamentos e vamos à procura deles”.

 

Elaboração da Carta Gastronómica para a Lezíria Ribatejana

Arroz Carolino é critério para Certificação dos Restaurantes

A Entidade Regional de Turismo está a trabalhar, em conjunto com a Confraria Regional do Ribatejo, na elaboração da Carta Gastronómica e vinhos da Lezíria Ribatejana “e para isso será procurada e avaliada a riqueza cultural que é imanente ao território e que tem muito a ver com o que é daqui e que é genuíno e se perde”. Ficou o desafio aos restaurantes para pedirem a certificação, num processo simples mas com alguns critérios, sendo que um deles é que o arroz carolino seja um produto chave. “Quando se vai à Lezíria do Ribatejo para almoçar ou para jantar, não queremos comer o que se come no Douro ou no Algarve, queremos comer o que é mais genuíno e identitário dessa zona e será o arroz carolino que é o melhor produto que identifica este Município”, disse o Presidente Ceia da Silva, acrescentando: “porque toda a gente gosta de ter um bom guia com os melhores restaurantes, fica o apelo aos restaurantes para que adiram a esta Certificação, e não lamentem depois não figurarem no Guia que vamos editar. Quando receberem uma carta da Entidade Regional de Turismo não pensem que é um imposto, abram e leiam o conteúdo”.

 

“Assinado projecto para rotas de turing-cultural e passagem dos Caminhos de Santiago”

Há sete anos o Alentejo não era a referência do ponto de vista dos mercados nacionais e internacionais que é hoje e este território da Lezíria Ribatejana seguirá esse percurso. “Há muito para oferecer no Ribatejo”, a garantia deixada pela Região de Turismo do Alentejo e Ribatejo que lamenta porém a falta de alojamentos de qualidade que seja indutor de dinâmica, de desenvolvimento, que impulsione a animação e  a restauração.  “É decisivo impulsionar os agentes locais para investirem no setor do turismo”. Recentemente foi assinado um projecto relevante para este território que traça as rotas de turing-cultural  e que têm como chave os caminhos de Santiago. “Este é um território que pode ganhar e muito com a introdução dos Caminhos de Santiago, e esse é um projecto financiado que vamos estruturar em conjunto com a Câmara Municipal de Benavente”. Prevêem-se 15 milhões de peregrinos por ano, que andam 10 a 15 quilómetros por dia, que têm mais de 60 anos, e que, na sua maioria, vão comer aos melhores restaurantes e ficam nos hotéis.

Aproveitando ainda as condições relacionadas com a natureza que são fabulosas, estão previstos percursos pedestres e para bicicletas (walking e cicling).

 

Candidatura do Montado de sobro a património da Unesco aprovada em 2018

Uma das importantes mais-valias para a Região será certamente a aprovação da Candidatura do montado de sobro a património da Unesco, que está em fase final, e deverá ser aprovada em 2018. A candidatura do fandango ao mesmo reconhecimento está a ser elaborada é importantíssima do ponto de vista identitário. Igualmente a realização deste tipo de iniciativas, como o Festival do Arroz Carolino, são importantes:  “Sou um defensor de que há eventos que não são um custo mas sim um investimento. Dou os parabéns a Câmara Municipal por não fazer uma Feira Mediaval que se faz em Caminha ou em Vila Real de Santo António, é igual, ou uma Feira de Gastronomia que é idêntica em Arronches ou em São Martinho do Porto, agora, fazer eventos que associam a dinâmica promocional do território à atracção sobre Benavente  e sobre Samora Correia com a divulgação de um produto endógeno merece os parabéns”, disse, acrescentando: “Este não é um Festival qualquer, projecta o concelho promove o concelho e desenvolve a economia. É assim que se faz a diferença, promovendo o que é nosso e não promover o que é toda a gente e não é de ninguém”, finalizou.

 

Contactos Úteis

  • CMB

  • Juntas de Freguesia

  • Emergência

  • Serviços externos

  • Saúde

  • Transportes

  • Espaços Culturais

    Centro Cult. Samora Correia: 263 519 693

    Centro Cultural Benavente: 263 653 620

    Cine-Teatro de Benavente: 263 519 637

  • Bibliotecas Municipais

    Benavente: 263 519 655 / Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

    Odete e Carlos Gaspar: 263 650 510 / Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

  • Serviço Municipal de Proteção Civil

    Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

    Telefone: 263 580 088

    Telemóvel: 961 205 864

  • Emails

    Geral: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

    GAP: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

    Obras: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

    Educação: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

  • Telefones

    Geral: 263 519 600

    GAP: 263 519 641

    GIRP: 263 519 612

    Obras Particulares: 263 519 654

    Educação: 263 519 645

  • Outros

    Ext. Serviços Samora Correia: 263 519 690

    Espaço Internet Benavente: 263 589 493

    Espaço Internet S. Correia: 263 653 574

    Piscinas Benavente: 263 519 682

    Piscinas Samora Correia: 263 519 691

  • Museu Municipal de Benavente

    Telefone: 263 519 665

    Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

    Site: museubenavente.blogspot.pt 

  • Samora Correia

    Telefone: 263 650 670

    Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

    Site: www.jf-samoracorreia.pt 

  • Benavente

    Telefone: 263 589 583

    Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

               Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

    Site: www.jf-benavente.pt 

  • Santo Estêvão

    Telefone: 263 949 216

    Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

               Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

    Site: www.jf-stoestevao.pt 

  • Barrosa

    Telefone: 263 580 373

    Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

    Site: www.jfbarrosa.com 

  • Bombeiros Voluntários

    Benavente

    Telefone: 263 516 122

     

    Samora Correia

    Telefone: 263 651 115

  • GNR

    GNR Benavente

    Telefone: 263 518 220

     

    GNR Samora Correia

    Telefone: 263 650 020

  • PT Comunicações

    Avarias

    16 208

  • Águas do Ribatejo

    Geral: 263 509 400

    Número Azul: 808 202 011

    Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

    Site: www.aguasdoribatejo.com 

  • SETGás

    Avarias

    800 273 030

  • EDP

    Avarias: 800 506 506

    Santarém: 243 005 700

  • Farmácias

    Batista (BNV) - 263 580 108

    Miguens (BNV) - 263 517 851

    Central (SC) - 263 651 141

    Mendes (PA) - 263 652 333

     

  • Centros de Saúde

    Benavente:

    263 516 147 / 188

    Samora Correia:

    263 650 900 / Site oficial

  • Táxis

    Benavente

    963 053 622

    Samora Correia

    963 050 030

  • Rodoviária Ribatejana

    Serviço Geral:

    263 100 654